Conjuntivite Viral

As conjuntivites infecciosas virais são de longe as mais comuns no nosso meio, sendo responsáveis pelos surtos de conjuntivite aguda que ocorrem em diferentes épocas do ano e acometem vários membros da mesma família, por serem altamente contagiosas. Os agentes mais freqüentes são os adenovirus.

Blog Thumb

São quadros de intensidade variável, geralmente bilaterais, mas sempre mais intensa no primeiro olho acometido. Em geral, além da vermelhidão, as pálpebras apresentam - se inchadas, os olhos ardem, lacrimejam e apresentam secreção seromucosa moderada, principalmente pela manhã. A duração varia entre 7 e 30 dias. Em alguns casos a córnea pode ser acometida na forma de precipitados subepiteliais. Esses infiltrados podem comprometer a visão e perdurar por vários meses.
O tratamento em geral é de suporte, para diminuir os sintomas, já que não são usados antivirais específicos. Nos casos de infiltrados corneanos pode ser necessária a instilação de colírios à base de corticóide – o que deve ser feito com cautela pelos efeitos colaterais potenciais.

Conjuntivite Viral
Observe o edema e pequenas hemorragias da conjuntiva

#COMPARTILHE nossas publicações

Navegue por mais Problemas Oculares.