Glossário

  • LASEK (Laser Epithelial Keratomileusis)
    Procedimento similar ao LASIK,exceto que o cirurgião corta um retalho somente no epitélio ao invés do epitélio e parte de estroma. LASEK é usado principalmente para pessoas com córneas planas ou finas as quais são pobres candidatas para LASIK, o qual requer mais tecido corneano para sucesso.
  • Laser
    É uma luz dotada de alta energia que é utilizada em inúmeros tratamentos em oftalmologia. Existem vários tipos de laser, como de argônio, kriptônio, neodimium- YAG, diodo.
  • LASIK (Laser-Assisted In Situ Keratomileusis)
    Procedimento cirúrgico no qual um delicado retalho é confeccionado na superfície corneana para tratamento com excimer laser somente do estroma subjacente. LASIK corrige miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia através da monovisão.
  • Lente
    Artefato de vidro ou plástico transparente, utilizado para focalizar a luz dentro do olho na intenção de magnificar ou minimizar imagens, ou de outra forma corrigir problemas visuais. Óculos, lentes de contato e lentes intra-oculares são exemplos. Outras vezes as lentes protegem os olhos, como os óculos de segurança ou com proteção contra radiações nocivas como os raios ultravioletas.
  • Lente Intra-Ocular
    Lentes artificiais que são introduzidas dentro do olho na cirurgia de catarata com objetivo de substituir o cristalino retirado no ato cirúrgico. Assim como uma lente de contato, cada lente intra-ocular tem um grau específico calculado de acordo com o olho de cada paciente.
  • Lente Intra-Ocular Dobrável
    São lentes de material flexível que podem ser inseridas no olho através de micro-incisões de 2 a 3 milímetros.
  • Lente Intra-Ocular Monofocal
    São lentes que proporcionam apenas um foco, que geralmente é programado para longe. O paciente após a cirurgia de catarata necessitará de óculos para perto.
  • Lente Intra-Ocular Multifocal
    São lentes que possuem dois ou mais focos, o proporciona boa visão para longe e para perto e, eventualmente, para distância intermediária. Após a cirurgia de catarata o paciente torna-se independente do uso dos óculos.
  • Lentes de Contato
    São lentes que são colocadas sobre a córnea, geralmente para correção de grau. Algumas vezes as lentes provêem somente benefícios cosméticos, como as lentes de contato coloridas ou as que disfarçam desfigurações do olho. Uma lente de contato terapêutica pode ser utilizada após cirurgias oculares. As lentes utilizadas em ortoceratologia são desenvolvidas para remodelar temporariamente a córnea para uma visão melhor após a sua remoção.
  • Lentes de Contato Duras
    Lentes feitas de material acrílico rígido que permite também a correção do astigmatismo.
  • Lentes de Contato Gelatinosas
    Lentes feitas de material plástico semelhante a um gel, contendo água em quantidades variáveis. Por serem flexíveis não corrigem o astigmatismo.
  • Lentes Polarizadas
    Lentes que bloqueiam a luz refletida de superfícies horizontais (como por exemplo água) e reduzem os reflexos e o ofuscamentos.
  • Lentes Progressivas
    Também chamadas lentes de adição progressiva ou multifocais. Possuem partes para visão distante, visão intermediária e visão próxima. Cada parte é unida invisivelmente ás outras sem as linhas divisórias dos bifocais.
  • Leucocoria
    Pupila branca. Causas incluem catarata, retinoblastoma, infecção intra-ocular, doença de Coats e retinopatia da prematuridade.
  • Limbo
    Área limítrofe entre a córnea e a esclera, que formam a camada mais externa do olho.
  • LTK (Laser Thermal Keratoplasty)
    Também chamada termoceratoplastia á laser. Cirurgia para corrigir baixa visão para perto em pessoas acima de 40 anos. É utilizado laser de Holmium para aquecer a córnea, encolher seu colágeno e modificar sua curvatura.
  • Luteína
    Antioxidante encontrado pelo corpo mas concentrado na mácula.Acredita-se que ajuda a proteger os olhos dos danos causados pelos raios solares.

#COMPARTILHE nossas publicações