Glossário

  • Maculopatia
    Doença da mácula, assim como degeneração macular relacionada á idade (DMRI).
  • Madarose
    Perda dos cílios ou das sobrancelhas. Causas incluem infecções, doenças metabólicas.
  • Mapeamento de Retina
    Consiste no exame minuscioso da retina realizado através da oftalmoscopia binocular indireta e biomicroscopia do fundo de olho.
  • Mácula
    Parte do olho localizada no centro da retina que nos permite ver os objetos com grande detalhe.
  • Meibomite
    Inflamação das glândulas de Meibomius (glândulas presentes na margem das pálpebras); acne rosácea é uma causa comum. Sintomas incluem olhos ou margens palpebrais vermelhos e inchados, olho seco, queimação e visão embaçada.
  • Melanoma
    Tumor maligno originário das células pimentares (melanócitos). No olho pode ocorrer na pele das pálpebras, conjuntiva e úvea. Parece haver forte associação com a exposição a raios ultravioletas.
  • Melanose
    Condição caracterizada por aumento da melanina (pigmento) depositada na pele ou nos olhos.
  • Membrana de Bowman
    Fina camada da córnea entre o epitélio e estroma.
  • Membrana Epirretiniana
    Fina camada de tecido cicatricial sobre a retina. Possuem várias causas, incluindo descolamento do vítreo posterior. Muitas vezes de causa desconhecida.
  • Meningite
    Inflamação das meninges, membranas que revestem o cérebro e a medula espinal. Vírus e bactérias podem causar meningite. Sintomas incluem febre, dor de cabeça, vômito, rigidez de nuca e fotofobia.
  • Metamorfopsia
    Problema visual no quais os objetos aparecem distorcidos. Por exemplo, linhas retas parecem onduladas, curvadas ou dobradas, objetos parecem ser menores ou maiores do que realmente são, ou mais perto ou longe do que realmente estão. Metamorfopsia tipicamente é causada por doenças ou condições que afetam a mácula.
  • Miastenia Gravis
    Fraqueza da musculatura voluntária de provável etiologia auto-imune. Sintomas incluem visão dupla e ptose, além de sintomas não oculares, como dificuldade para engolir ou movimentar braços e pernas.
  • Microcerátomo
    Pequeno instrumento que cirurgiões usam para cortar a córnea em cirurgias refrativas.
  • Microcórnea
    Córnea anormalmente pequena.
  • Microftalmia
    Defeito congênito resultante em olho ou olhos anormalmente pequenos. A causa não é conhecida. Tipicamente acompanha-se de cegueira ou baixa visão, mas a visão normal é possível em olhos de tamanho quase normal.
  • Microscopia Especular Endotelial
    Exame do endotélio corneano. Fundamental no diagnóstico de diversas doenças da córnea e no pré-operatório de cirurgias intra-oculares.
  • Midríase
    Dilatação (aumento) da pupila.
  • Miopia
    Condição na qual as imagens são focalizadas antes da retina, resultando visão prejudicada para objetos distantes. Os olhos míopes são na grande maioria olhos grandes.
  • Miose
    Contração (diminuição) da pupila.
  • Monovisão
    Método de correção visual para aqueles pacientes com presbiopia (vista cansada) no qual um olho é corrigido para visão de perto e outro para a visão de longe, tanto com lentes de contato como na cirurgia refrativa e na cirurgia de catarata. Monovisão elimina a necessidade de óculos para leitura, mas também pode eventualmente acarretar diminuição da percepção de profundidade.
  • Moscas Volantes
    Pontos negros ou cinzas que passam no campo visual e que se mexem quando a pessoa movimenta o olho. São muito comuns e podem parecer como pontos, teias, nuvens, linhas e outros formatos. Com o envelhecimento, o vítreo, gel que preenche o interior do olho, começa a liquefazer e fragmentos de vítreo que não se liquefizeram e ficam “boiando” no interior do olho.
  • Multifocal
    Modelo de lente de óculos, de lente de contato ou lente inra-ocular que possui mais de uma área focal.

#COMPARTILHE nossas publicações