Glossário

  • Papila Óptica
    Cabeça do nervo óptico. Lugar de confluência das fibras nervosas da retina, também conhecida como disco óptico.
  • Papiloma
    Tumor benigno, com aparência de verruga. Pode ser elevado ou achatado e ter uma variedade de cores. Geralmente localizado na pálpebra, mas pode aparecer na conjuntiva. A causa parece ser viral.
  • Paquimetria
    Medida da espessura da córnea através do ultra-som. Fundamental no planejamento das cirurgias refrativas corneanas e também na avaliação judiciosa da pressão intra-ocular em pacientes com glaucoma ou suspeitos.
  • Pediculose
    Infestação por piolhos, tipicamente causada por contato com pessoa ou objeto infestado. Quando nas pálpebras e cílios, os piolhos podem ser vistos, assim como seus ovos e fezes. Frequentemente se acompanha de blefarite e conjuntivite. Algumas pessoas podem desenvolver ceratites.
  • Perimetria de Dupla Freqüência (FDT)
    Exame computadorizado do campo visual que parece permitir um diagnóstico mais precoce dos defeitos visuais no glaucoma.
  • Pinguécula
    Lesão espessa e amarelada da conjuntiva próxima á córnea, mais frequentemente no canto interno. Representa uma degeneração benigna da conjuntiva.
  • Plano
    Termo utilizado para descrever lentes sem poder corretivo, geralmente utilizado para a prescrição de óculos de sol ou lentes de contato cosméticas.
  • Plug Lacrimal
    Pequeno dispositivo que obstrui o ponto lacrimal causando maior retenção da lágrima no olho. Utilizado em casos de olho seco.
  • PMMA (Poli-Metil-Metacrilato)
    Material de lentes de contato rígidas, não permeáveis, utilizadas hoje somente para teste.
  • Policarbonato
    Plástico muito resistente a impactos, usado para lentes de óculos e armações.
  • Ponte Nasal
    Par de estruturas geralmente transparentes que sustentam os óculos sobre o nariz.
  • Potencial Visual Evocado (PVE)
    Ver Eletrofisiologia Ocular
  • Presbiopia
    Condição na qual o envelhecimento dos olhos por volta dos 40 anos faz com que a acomodação (foco automático) fique deficiente. Geralmente está associada à necessidade de óculos para perto. Sintomas adicionais incluem dores de cabeça e cansaço visual.
  • Pressão Intra-Ocular
    Determinada pelo equilíbrio entre a quantidade de humor aquoso (líquido que preenche a parte anterior do olho) que entra e que sai do olho. Pressão intra-ocular alta pode ser um sinal de glaucoma.
  • PRK (Ceratectomia Fotorrefrativa)
    Procedimento cirúrgico no qual o excimer laser é usado para remover tecido corneano para corrigir problemas visuais.
  • Próteses
    Substitutos artificiais de partes do corpo.
  • Prurido
    Coceira
  • Pseudotumor Orbitário
    Massa inflamatória nos tecidos em volta do olho que simula os sintomas de um tumor. A causa é desconhecida. O sintoma inicial é dor, olho protuso e desconforto em volta do olho.
  • Pterígeo
    Prega triangular de conjuntiva que pode eventualmente crescer e invadir parte da córnea. A causa pode ser irritação solar (principalmente raios ultravioletas), pó ou vento. Algumas pessoas não tem sintomas, outros podem ter vermelhidão e visão borrada. Pode tornar-se cronicamente inflamado e causar prurido. Eventualmente pode estar indicada a remoção cirúrgica.
  • Pseudotumor Orbitário
    Pálpebra caída. Ptose congênita é causada por hipotrofia no músculo elevador da pálpebra superior. Nos adultos é comumente causada pelo envelhecimento do tecido conjuntivo do músculo.
  • Pupila
    Abertura no centro da íris (porção colorida do olho) por onde passa a luz para formar a imagem. Apresenta-se redonda e negra, e abre e fecha para regular a quantidade de luz que a retina recebe.

#COMPARTILHE nossas publicações