Neuro-Oftalmologia

A Neuro-Oftalmologia é a subespecialidade da oftalmologia que trata de distúrbios visuais causados por alterações no sistema nervoso central e por algumas doenças sistêmicas com repercussão nos olhos.


Algumas das principais doenças que envolvem a neuro-oftalmologia são distúrbios do nervo óptico incluindo a neurite óptica e a neuropatia isquêmica; distúrbios de perda de campo visual; perda de visão inexplicada; perda de visão temporária; diplopia (visão dupla); alterações na movimentação ocular e alterações na pupila.
O nervo óptico é a estrutura que transmite impulsos nervosos da retina, onde ficam os receptores luminosos, até a parte do cérebro responsável pela decodificação das imagens. O chamado disco óptico ou cabeça do nervo óptico é a estrutura arredondada que o oftalmologista observa ao exame de fundo de olho.

Preparando-se para uma avaliação Neuro-Oftalmológica:

1 - Obter com o médico que está encaminhando informações que são de relevância para o neuro-oftalmologista, como resultados prévios de exames laboratoriais, alterações ao exame fisico inicial e alterações observadas em exames de imagem como tomografia computadorizada e Ressonância Magnética.

2 - Em caso de já ter realizado exames de imagens, reunir aqueles mais recentes e trazê-los para a consulta com o neuro-oftalmologista.

3 - Provavelmente terá sua pupila dilatada no exame. O efeito do colírio permanece em média 5 horas. Por isso, se possível, traga um acompanhante e óculos escuros.

4 - Trazer a lista completa de medicamentos em uso atual e que foram introduzidos após o problema ter iniciado: nome, dosagem e tempo de uso são informações importantes.

#COMPARTILHE nossas publicações

Navegue por mais Especialidades.