Olho Seco

As lágrimas são muito importantes para a saúde ocular. Lubrificam, lavam impurezas, fornecem oxigênio e nutrientes, possuem substância (enzimas e anticorpos) que atuam na defesa contra infecções. A causa de olho seco nem sempre é clara, mas parece haver um desequilíbrio entre a produção da lágrima e sua drenagem.

O filme lacrimal é constituído de uma camada de muco (junto à córnea), uma intermediária de água e uma superficial de gordura. A diminuição da quantidade de lágrima ou alteração de sua composição causam a síndrome do olho seco.
Olhos secos são cada vez mais comuns. A diminuição do filme lacrimal pode ser causada pela deficiência na produção de lágrima ou pelo excesso na evaporação.

Causas de diminuição na produção de lágrima

  • Idade (principalmente nas mulheres, após a menopausa).
  • Artrite reumatóide e outras doenças auto - imunes como lupus, rosácea e síndrome de Sjögren (boca seca, olho seco, artrite).
  • Medicamentos (antidepressivos, anti - histamínicos, etc).
  • Após cirurgias refrativas, temporariamente.

Causas que aumentam a evaporação da lágrima

  • Ar condicionado.
  • Diminuição da freqüência de piscamento (uso de computador, TV).
  • Blefarite crônica.
  • Falta de sono.
  • Alterações palpebrais, com mau fechamento dos olhos.
  • Uso crônico de lentes de contato.

Os sintomas de olho seco incluem desconforto ocular (principalmente após assistir TV, ler, costurar, usar computador, sensação de areia, prurido, lacrimejamento (reflexo) excessivo e vermelhidão.
O diagnóstico é feito pela avaliação clínica no exame biomicroscópico e auxiliado por testes específicos como o teste de Schirmer, teste de rosa bengala, tempo de ruptura do filme lacrimal com fluoresceína. Eventualmente pode - se proceder a uma análise laboratorial da lágrima.

Tratamento

 O tratamento vai depender da gravidade. Na maioria dos casos é prescrito colírios umidificantes (lágrimas artificiais). Se o tratamento estende - se por muito tempo, muitos oftalmologistas recomendam o uso de colírios sem conservantes. O uso de umidificadores de ambiente parecem ser úteis para alguns pacientes. Nos casos de maior gravidade pode - se tentar a ciclosporina tópica, com a supervisão do médico. A oclusão dos pontos lacrimais (por onde se inicia a drenagem da lágrima para o nariz), que pode ser feita com “plugs” de silicone, pode trazer conforto para muitos pacientes. Alguns oftalmologistas preferem a oclusão cirúrgica dos pontos lacrimais.

Cuidados Gerais

  • Ingerir muito líquido.
  • Diminuir tempo de uso contínuo do computador e da TV.
  • Diminuir tempo de uso do ar condicionado e fazê - lo com a utilização de umidificador de ambientes.
  • Dormir bem.
  • Cuidados com lentes de contato.
  • Alimentação balanceada, rica em vitaminas A , C, E, Omega 3, ácido linoléico.
  • Uso de óculos escuros para proteger do sol, vento e poeira.

#COMPARTILHE nossas publicações

Navegue por mais Problemas Oculares.