Pterígeo

Pterígeo é o crescimento de um tecido fibrovascular de forma triangular, de característica benigna, tipicamente localizado na superfície da esclera, usualmente no lado nasal. Tende frequentemente a invadir a superfície da córnea e eventualmente pode interferir com a visão.

A exposição prolongada a luz ultravioleta tem importante papel no desenvolvimento do pterígeo.
Muitas pessoas com pterígio não apresentam sintomas e não necessitam de tratamento. Alguns pterígios apresentam episódios de vermelhidão e inchaço e outros se tornam largos e espessos. Isso pode causar sensação de corpo estranho e ardor e frequentemente se associa a desconforto estético. Pterígios grandes podem causar distorção da superfície da córnea e induzir a um astigmatismo irregular com conseqüente diminuição da visão.
O tratamento depende do tamanho do pterígio e dos sintomas a ele relacionados. Se o pterígio é pequeno e apresenta episódios de inflamação pode ser tratado com colírios e se houver recidiva dos sintomas cirurgia pode ser necessária.
A cirurgia é realizada em bloco cirúrgico com uso de microscópio, sob anestesia tópica. Após a cirurgia, que dura em torno de 30 minutos, o olho e ocluído com curativo para proteção por dois a três dias.
Infelizmente, o pterígio pode retornar após a cirurgia. A taxa de recidiva é bastante variável. Para evitar a recidiva geralmente é realizado um enxerto da própria conjuntiva com bons resultados. A aplicação de radioterapia (betaterapia) após a cirurgia diminui substancialmente a recidiva do pterígeo. Após a cirurgia colírios lubrificantes e antiinflamatórios são usados por várias semanas.

Pterígeo

#COMPARTILHE nossas publicações

Navegue por mais Problemas Oculares.